A INVESTIGAÇÃO DA PROSÓDIA DE SENTENÇAS INTERROGATIVAS TOTAIS EM VARIEDADES DIALETAIS CATARINENSES E SERGIPANAS COM FOCO EM DIFERENTES METODOLOGIAS

Vanessa Gonzaga NUNES, Izabel Christine SEARA

Resumo


Este estudo objetiva explorar as características prosódico-entonacionais de interrogativas totais neutras das variedades dialetais de Santa Catarina e de Sergipe servindo-se de duas metodologias distintas (AMPER-POR e Leitura Atuada). Os resultados, a partir da metodologia AMPER-POR, evidenciaram diferenças entre variedades catarinenses (truncamento e variação de F0) e entre variedades sergipanas (variação de F0). Entre sergipanos e catarinenses, há diferenças na tessitura e na taxa de inclinação de F0. A análise a partir das duas metodologias indicou resultados similares: florianopolitanos e aracajuanos produziram contornos ascendente-descendentes, mas também ascendentes. No entanto, variação de F0 e tessitura são mais elevadas para aracajuanos.


Palavras-chave


Variedades dialetais de Santa Catarina e Sergipe; Interrogativas totais neutras; Corpus AMPER-Por; Corpus de Leitura Atuada

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Intercâmbio está indexada em:

       

Catálogo de Bibliotecas:

ISSN 2237-759X

A Intercâmbio e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/intercambio. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/intercambio.