ANÁLISE PRELIMINAR DE EXPRESSÕES NÃO-MANUAIS LEXICAIS NA LIBRAS

André Nogueira XAVIER

Resumo


Brennan (1992) propôs a inclusão das expressões não-manuais, ENM, no rol dos primitivos fonológicos das línguas sinalizadas, por observar, em alguns sinais da língua de sinais britânica, sua distintividade e obrigatoriedade. O presente trabalho objetivou realizar uma análise preliminar das ENM lexicais da libras, ainda pouco exploradas (SOUZA, 2014). Para isso, foram coletados 368 sinais do banco de dados de Xavier (2006), construído com base no dicionário de Capovilla e Raphael (2001). Embora os resultados sugiram que nem todas as ENM analisadas sejam, de fato, lexicais, eles apontam algumas características interessantes a seu respeito. Predominaram na amostra investigada ENM produzidas por mais de um articulador e sem mudanças em sua configuração durante a realização do sinal. Além disso, semelhantemente a outras línguas sinalizadas, foram poucos os casos em que as ENM são o único elemento distintivo. Entretanto, foram mais frequentes os casos em que elas são relacionadas ao significado do sinal e em que são articuladas por partes inferiores da face, como esperado para ENM lexicais.  


Palavras-chave


libras; expressões não-manuais; léxico

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Intercâmbio está indexada em:

       

Catálogo de Bibliotecas:

ISSN 2237-759X

A Intercâmbio e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/intercambio. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/intercambio.