‘Nós’: um encontro com o estranho-familiar que nos habita

João Paulo Zerbinati

Resumo


Este trabalho se debruçou em realizar uma reflexão acerca da produção cinematográfica ‘Us’ (2019), escrita e dirigida por Jordan Peele. Especificadamente, o objetivo foi destacar suas relações metapsicológicas e simbólicas, sobretudo a partir de dois textos clássicos psicanalíticos: “O mal-estar na civilização” (Freud, 1930) e “O Estranho” (Freud, 1919). O filme apresenta temáticas humanas de importante reflexão na contemporaneidade como ódio, raiva, violência e medo. Partes estranhas e familiares que integram o ser humano, mas que, sem a possibilidade de serem simbolizadas, acolhidas, cuidadas, retornam como o sintoma de um corpo social na tentativa de um novo desfecho.

Palavras-chave


o estranho, análise de filme, psicanálise.

Texto completo:

PDF

Referências


FERENCZI, Sándor. Psicanálise e Pedagogia. In FERENCZI, Sándor. Psicanálise I – Obras Completas. São Paulo: Martins Fontes, 1908/1991.

FERENCZI, Sándor. Elasticidade da técnica psicanalítica. In FERENCZI, Sándor. Psicanálise IV, São Paulo: Martins Fontes, 1928/1992.

FREUD, Sigmund. Moral sexual ‘civilizada’ e doença nervosa moderna” In FREUD, Sigmund. Edição standard brasileira das Obras Psicológicas completas de Sigmund Freud, volume IX. Grávida de Jensen e outros trabalhos (1906-1908). Rio de Janeiro: Imago, 1908/1976.

FREUD, Sigmund. O Inquietante. In FREUD, Sigmund. Obras completas, volume 14. Histórias de uma neurose infantil (“O homem dos lobos”), além do princípio do prazer e outros textos (1917-1920). São Paulo: Companhia das Letras, 1919/2010.

FREUD, Sigmund. A dissolução do complexo de Édipo. In FREUD, Sigmund. Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas, Vol. XIX. Rio de Janeiro: Imago, 1924/1974.

FREUD, Sigmund. O mal-estar na civilização. In FREUD, Sigmund. Obras completas, volume 18: O mal-estar na civilização, novas conferências introdutórias à psicanálise e outros textos (1930-1936). São Paulo: Companhia das Letras, 1930/2010.

KUPERMANN, Daniel. “Trauma, sofrimento psíquico e cuidado na psicologia hospitalar”, Revista Brasileira de Psicologia Hospitalar, Rio de Janeiro, n.1, v.19, 2016, p.6-20.

MION, Carmen C., & VANNUCCHI, Ana Maria S. “Formação psicanalítica em um mundo em transformação”. Jornal de Psicanálise, São Paulo, n.94, v.51, 2018, p.175-185.

NOSEK, Leopold. A disposição para o assombro. São Paulo: Perspectiva, 2017.

REZENDE, Antonio Muniz. A investigação em psicanálise: exegese, hermenêutica e interpretação. In SILVA Maria Emília L. (org.). Investigação e psicanálise (pp.103-118). Campinas, SP: Papirus, 1993.

SILVA, Maria Emília L. Pensar em psicanálise. In SILVA Maria Emília L. (org.). Investigação e psicanálise (pp.11-25). Campinas, SP: Papirus, 1993.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.