Recuperação socioambiental de fundos de vale urbanos na cidade de São Paulo, entre transformações e permanências

Luciana Travassos, Sandra Irene Momm Schult

Resumo


O artigo trata da falta de integração das políticas públicas de urbanização de fundos de vale na cidade de São Paulo, com foco na implantação de parques lineares e de infraestrutura de saneamento e na urbanização de favelas. Mostra como a evolução nas práticas dos órgãos envolvidos não é suficiente para dar respostas adequadas às questões socioambientais ensejadas pelo tratamento dessas áreas e como permanece um descompasso entre o discurso e as práticas no tratamento das questões urbano-ambientais, principalmente pela falta de coordenação intersetorial e territorial. Permanecem, então, intervenções incompletas e desiguais: o saneamento fica restrito às áreas consolidadas, resta um passivo socioambiental na urbanização de favelas, enquanto a criação de áreas verdes intraurbanas segue desconsiderando as duas primeiras questões.

Palavras-chave


fundos de vale; política ambiental; política urbana; integração de políticas; São Paulo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/15826

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio: