O FGTS e o mercado de títulos de base imobiliária: relações e tendências

Luciana de Oliveira Royer

Resumo


O artigo pesquisa as relações entre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e os títulos creditícios de base imobiliária. As contratações efetuadas com recursos do FGTS a partir de 2008 para compra de títulos de base imobiliária acabaram por alavancar o mercado desses títulos no país, constituindo-se em um mecanismo gerador de uma liquidez mínima para seu funcionamento. A lógica do investimento nesses fundos é a lógica da valorização e do retorno do investimento, sem que exista necessariamente foco em uma política pública de habitação e desenvolvimento urbano voltada à universalização de direitos. É discutida a disputa pelos recursos do fundo e seu papel como um player desse mercado, no contexto da inserção do Brasil no capitalismo financeirizado.

Palavras-chave


financiamento habitacional; títulos creditícios de base imobiliária; FGTS; financeirização

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Apoio: