Emprego no setor petrolífero: dinâmica econômica e trabalho no Norte Fluminense

Autores

  • Rosélia Piquet Universidade Candido Mendes - UCAM. Coordenadora do Programa de Mestrado e Doutorado em Planejamento Regional e Gestão da Cidade, UCAM-Campos.
  • Érica Tavares Universidade Federal Fluminense, Departamento de Geografia. Campos dos Goytacazes.
  • João Monteiro Pessôa Instituto Federal Fluminense. Campos dos Goytacazes.

Palavras-chave:

mercado de trabalho, produção de petróleo, Norte Fluminense

Resumo

Este artigo registra e analisa os impactos causados pela indústria petrolífera na Região Norte Fluminense, seu papel estruturante no mercado de trabalho e sua influência no comportamento da economia regional. A metodologia para a realização do levantamento quanto ao emprego regional baseou-se em pesquisa quantitativa com base em análise de dados secundários relativos ao trabalho formal, sendo primordialmente utilizados dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged),dentre outros. Conclui-se que as perspectivas de médio e longo prazo configuram essa região como uma província petroleira em decadência tendo, contudo, possibilidades de buscar estratégias de reconversão produtiva baseada em projetos endógenos, uma vez que dispõe de elevado contingente populacional e já atingiu complexidade econômica em termos de infraestrutura de serviços.

Downloads

Publicado

2017-04-07