Cidades que crescem horizontalmente: o ordenamento territorial justo da mudança de uso rural para urbano

Paula Freire Santoro, Patricia Lemos Cobra, Nabil Bonduki

Resumo


O planejamento territorial brasileiro enfrenta permanentemente o desafio de gerir territórios que convertem suas terras rurais em urbanas, resultado do crescimento urbano. Nos anos 1980, o Brasil vivenciou processos de alteração demográfica e de reversão da concentração nas grandes cidades associados à desconcentração e às alterações no desenvolvimento industrial e ao surgimento de novas formas condominiais de urbanização. O crescimento horizontal dessas cidades exige novas estratégias de planejamento de forma que ajudem na construção preventiva de espaços urbanos qualificados e inclusivos. Este artigo debate as possibilidades da utilização de instrumentos da legislação brasileira para esta gestão, em especial a Outorga Onerosa de Alteração de Uso, e propõe novas formas de ordenamento do território, em particular, planos de expansão urbana.

Palavras-chave


urbanização; mudança rural-urbano; valorização da terra; Outorga Onerosa de Alteração de Uso; Planos Diretores; planos de expansão urbana

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/5897

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio: