A deriva urbanística do planeamento territorial: que consequências para o desenvolvimento local?

Jorge Gonçalves

Resumo


A preocupação em clarificar a atual situação do planeamento de raíz local face aos imperativos do desenvolvimento constitui a razão de ser deste artigo. O presente contexto social e econômico é particularmente interessante para fazer essa avaliação, dada a multiplicidade das estratégias de desenvolvimento seguidas pelas autarquias locais e demais entidades, privadas, associativas e outras de natureza pública (regionais e nacionais) e ainda face aos processos de revisão de Planos Diretores Municipais que estão num momento de generalização. O pressuposto aqui assumido e que configura o desenvolvimento da reflexão é que o planeamento territorial por incapacidade e cedência foi descolando da vocação que historicamente lhe foi atribuí da enquanto instrumento quase exclusivo para o desenvolvimento.

Palavras-chave


planeamento; desenvolvimento; instrumentos de gestão territorial; coesão social; competitividade territorial

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/5900

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio: