Espaço metropolitano, política e economia global

Ricardo Carlos Gaspar

Resumo


A urbanização acelerada e as mudanças tecnológicas verificadas nas últimas décadas estão produzindo uma nova geografia de poder no mundo, com centros metropolitanos e regiões assumindo crescente importância na economia e política globais. O presente artigo aborda essas transformações, postulando que a ênfase nos governos locais e nos espaços urbanos não significa que o Estado-nação tenha perdido sua centralidade, pois é ele a instância de poder decisiva para dar suporte e sustentabilidade às estratégias regionais e locais de desenvolvimento. A retomada da capacidade de ação do Estado nacional e das esferas públicas de governabilidade em todas as escalas geográficas – da local à global – é por fim destacada como condição para o desenvolvimento socioeconômico integral, no Brasil ou no sistema-mundo.

Palavras-chave


Estado-nação; nova geografia do poder mundial; cidades globais; estruturas institucionais; escalas espaciais; políticas regionais de desenvolvimento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/8784

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio: