Organização socioespacial e mobilidade residencial na Região Metropolitana do Recife, PE

Lívia Izabel Bezerra de Miranda

Resumo


Na Região Metropolitana do Recife, a estrutura socioespacial evidencia um padrão de segregação enraizado na permanência de uma estrutura agrícola, concentradora de terra e de poder. Este trabalho apresenta um estudo sobre a localização de categorias socioocupacionais no espaço metropolitano recifense. A localização dos grupos ocupados no território metropolitano evidencia o rompimento do padrão de crescimento centro-periferia, que vinha se consolidando nos anos 80; realça a importância e a diversidade dos tipos socioocupacionais agrícolas, ligados à resistência e transformação do rural em urbano; e confirma a forte tendência a precarização das relações de trabalho e o adensamento das localizações residenciais em áreas de interesse social.

Palavras-chave


desenvolvimento urbano; metropolização; segregação.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio: