Cooperativismo: estratégia competitiva para a população de baixa renda e pequenos empreendimentos

Álvaro da Cunha Caldeira

Resumo


Este artigo descreve o cenário sócio econômico, formal e informal, que afeta negativamente a população de baixa renda e no qual atuam os pequenos empreendimentos no Brasil, de modo a identificar estímulos à sua formalização e contextualizar o Cooperativismo como a estratégia de negócios mais adequada ao incremento da produtividade no universo dos pequenos empreendimentos. São apresentados exemplos que representam pólos opostos de aplicação do Cooperativismo, que demonstram sua versatilidade estratégica. Por fim, conclui-se que o Cooperativismo abrange largo espectro econômico capaz de atender a múltiplos níveis de necessidades mercadológicas, com significativas vantagens competitivas sobre as empresas mercantis tradicionais.

Palavras-chave


Pequenos empreendimentos; população de baixa renda; produtividade; estratégia competitiva; Cooperativismo

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Pensamento & Realidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

e-ISSN: 2237-4418
ISSN Impresso: 1415-5109

Indexado em: