ET, um menino sem lugar no mundo dos humanos: a importância do lugar na constituição humana

Lea Waidergorn

Resumo


Este artigo pretende trazer o tema do LUGAR sob o ponto de vista da clínica, o lugar da criança no imaginário dos pais, o lugar de “si mesmo” ofertado pelo “holding materno”, o lugar ancorado no corpo propiciado pelo “handling” e o lugar no pertencimento comunitário. Apresentamos também o conceito de ”placement” como manejo clínico, aspecto relevante para o desenvolvimento dos indivíduos e de suas necessidades mais fundamentais. Este artigo apresenta o caso do menino ET, que durante as sessões pode expressar a concepção estranha de si, o deslocamento no mundo dos amigos e a impossibilidade de se adaptar ao mundo social. ET tinha uma vida bastante desorganizada e apresentava muitas carências. Além de ser atendido por mim passou a ser visitado por duas Acompanhantes Terapêuticas que se colocavam em disponibilidade para suas necessidades. O cuidado passava pela ambientação física e pela oferta psíquica. O ambiente bastante caótico foi com ele reconstruído. A organização do tempo e do espaço foi dando a ele um outro contorno à sua existência. Menino solitário, passava horas vendo filmes de animais pré-históricos na TV, talvez sua única companheira. No consultório, podíamos conversar sobre suas experiências frustrantes de não conseguir se alfabetizar, de ter que mudar constantemente das escolas que freqüentava, seus sentimentos de raiva por não se sentir aceito e também a respeito de seus progressos conquistados. A terapeuta e as AT’s tiveram a intenção de ser solidárias e testemunhas de seu intenso sofrimento, assim como a de dar a ele a possibilidade de construir experiências mais humanizadas.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: