O efeito do palhaço no estado emocional e nas queixas de dor de adultos hospitalizados

Claudia Mussa, Fani Eta Korn Malerbi

Resumo


Muitos estudos têm apontado os benefícios do brincar e do humor durante a internação hospitalar de uma criança. Sabe-se que os adultos também enfrentam dificuldades quando hospitalizados. O objetivo deste trabalho foi avaliar se o estado emocional e as queixas de dor de adultos hospitalizados apresentariam alterações após a visita de palhaços. Quinze adultos (21 – 77 anos de idade), de ambos os sexos, internados na Clínica Médica da Santa Casa de São Paulo participaram do estudo. A partir de um roteiro, a primeira autora observou o comportamento dos pacientes antes, durante e depois da visita dos palhaços. Além disso, foram realizadas entrevistas com os pacientes com o objetivo de avaliar o estado emocional e a presença de dor. Os resultados apontaram que, após a visita dos palhaços, a maioria dos pacientes passou a interagir mais com os companheiros de quarto e com os profissionais de saúde, diminuiu suas queixas de dor e aumentou sua movimentação dentro da enfermaria. Além disso, os dados de observação indicaram que, após a visita dos palhaços, a maioria dos pacientes mudou o estado de humor, passando a ser classificada como alegre.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: