Internação domiciliar: avaliações imperativas implicadas na função de cuidar

Maria Inês Fernandez Rodriguez

Resumo


Este artigo teórico está dividido em duas partes, a primeira utiliza a revisão de literatura como sua metodologia para discorrer sobre a internação domiciliar e os cuidados paliativos que tem como filosofia o cuidado humanizado ao paciente e família podendo ser integrado à internação domiciliar. A segunda parte apresenta artigos descritivos de programas de internação domiciliar em cuidados paliativos realizados em hospitais universitários. Esta modalidade de cuidado vem se expandindo e surge para proporcionar ambiente mais humanizado ao paciente, sendo necessária a inserção da família nos cuidados ao paciente. Os programas selecionados relatam a caracterização do atendimento, porém não salientam intervenções detalhadas junto aos familiares. São necessárias intervenções com foco em apoio às questões centrais da família e orientação em relação aos cuidados para não influenciar negativamente na evolução do paciente e para que o atendimento domiciliar seja realizado adequadamente. Este artigo se faz relevante para atualizar e ampliar o conhecimento sobre o tema, já que a revisão da literatura indica uma carência de estudos sobre internação domiciliar com abordagem em cuidados paliativos, além de mostrar as necessidades da família referidas em pesquisas recentes, para que se possa avalia-las antes de formular os planos de cuidados nesta modalidade em expansão.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: