Considerações (Bio)Éticas sobre Pesquisas Participativas com usuários de drogas

Moises Romanini

Resumo


Considerando a relevância do tema na sociedade brasileira e o crescente fomento de pesquisas sobre drogas no Brasil, este trabalho tem como objetivo propor uma reflexão sobre ética e bioética nas pesquisas com usuários de drogas. Discute-se como é concebido o ato de pesquisar e algumas especificidades das pesquisas participativas. Em seguida, são apresentados os conceitos de ética e bioética, enfatizando as Normas Éticas para Pesquisa com Seres Humanos e o Modelo Principialista em Bioética. Discute-se que toda ação educativa e de pesquisa são ações políticas e culturais e, consequentemente, éticas. Por isso, a ética deve ser uma busca interminável, um impulso permanente em busca de crescimento e transformação. Tais considerações bioéticas evidenciam que os procedimentos de uma pesquisa não podem se limitar a uma abordagem protocolar e superficial, restrita a etapa de coleta de dados. Além disso, com a noção de ampliação da vida presentes nos discursos da bioética e da Redução de Danos, o trabalho com usuários de drogas deve ser pautado por uma ética baseada no cuidado.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: