Uma experiência de articulação entre ensino e extensão: o projeto “Dispositivos grupais na rede pública de saúde”

Maria Cristina G. Vicentin, Felicia Knobloch

Resumo


O texto apresenta um projeto de extensão desenvolvido na Faculdade de Psicologia da PUC-SP que teve por objetivo colaborar para o aprimoramento das práticas grupais desenvolvidas por profissionais da rede pública de saúde por meio de atividades de formação e de apoio à sistematização, análise e problematização de algumas dessas práticas. O projeto apoiou dez equipes (UBS, ambulatórios e serviços especializados) na escrita e no debate de suas práticas grupais, tendo contribuído para promover uma rede de troca de saberes entre os serviços e visibilidade para as invenções por eles produzidas. O trabalho discute ainda o estatuto das práticas grupais nos serviços públicos de saúde e as razões do déficit de formação dos seus agentes: um efeito da privatização dos bens públicos, em detrimento de políticas de formação dos profissionais que atuam nas instituições públicas, condenados a práticas pouco valorizadas e pouco legitimadas, com resultados devastadores de ineficácia, precariedade e desqualificação social. Discutem-se também as concepções de formação e extensão que orientam nosso trabalho, na direção de permitir a construção de uma postura de colaboração técnico-teórica que mobilize novas culturas de funcionamento no campo da saúde.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: