Competência social em crianças em idade escolar: um processo de diagnóstico-interventivo

Rosane Matilla de Souza

Resumo


O presente trabalho descreve o primeiro segmento de uma intervenção desenvolvida em parceria com uma escola estadual da cidade de São Paulo. Buscou-se atender a uma queixa de agressividade, indisciplina e outras dificuldades psico-sociais de duas classes de crianças de 6 a 7 anos. Foi realizado um processo de diagnóstico-interventivo com o objetivo de compreender a demanda da escola e das crianças, identificar o repertório comportamental das mesmas e, ao mesmo tempo, desenvolver algumas competências sócio-emocionais subjacentes a transição para a 1

 

a

série. Foram realizadas observações em sala de aula, leitura sociométrica, prova de desempenho, entrevistas com professoras e corpo administrativo da escola, além de atividades lúdicas e artísticas. Verificou-se que alguns alunos não tinham os pré-requisitos mínimos para o aprendizado da leitura e escrita. Além disso, a maioria das crianças apresentava dificuldades de convivência e baixo nível de autocontrole que se manifestavam em episódios agressivos, gerando um clima conturbado na escola e na sala de aula. Concluiu-se que um trabalho focal, em grupos pequenos, seria mais adequado para o desenvolvimento das competências sócio-emocionais necessárias.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: