Oficina de Estimulação Infantil: Uma prática de promoção de saúde coletiva em um equipamento da rede substitutiva de saúde mental

Carolina Krauter Kracker, Isabella Huy Kolesnikovas, Regina Aiko Fukunaga Kato

Resumo


A promoção de saúde é considerada, atualmente, ao mesmo tempo nível primário de atenção em saúde e paradigma re-estruturante da intervenção em saúde. Sendo este o princípio que rege as práticas na rede substitutiva de saúde mental, a Oficina de Estimulação Infantil, constituída por um grupo de crianças e adolescentes participantes e coordenada por equipe interdisciplinar em um Centro de Convivência e Cooperativa (CECCO) - equipamento da rede mencionada do município de São Paulo - teve como objetivo principal a promoção de saúde infantil entre os seus participantes. Utilizando-se do manejo de recursos lúdicos e fomento ao brincar espontâneo como estratégias para a promoção de saúde, a Oficina é abordada, neste artigo, através dos aspectos teóricos que a fundamentaram. Apresenta-se o conceito de promoção de saúde, o CECCO e seu compromisso com esta, especificamente com a promoção de saúde infantil. Aborda-se os preceitos da promoção de saúde infantil, sua relação com o brincar e com o lúdico, ligando-os aos objetivos e resultados observados na Oficina. Concluindo, é colocada a importância da experiência de extensão universitária, como foi o caso da participação das alunas- autoras nesta Oficina por dois anos, como bolsistas do Programa de Educação Tutorial (PET ).

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: