Implicações da popularização e profissionalização do MMA no Brasil: uma análise biopsicossocial

Rafael Nogueira Furtado, Juliana Aparecida de Oliveira Camilo, Rafael Cordeiro Camilo

Resumo


Desde seu surgimento na década de 1990, o Mixed Martial Arts (MMA) tem crescido como esporte de combate no Brasil e mundialmente. Tal crescimento é evidenciado pelo número de eventos organizados, a presença do esporte na mídia, o faturamento de alguns atletas e o interesse do público. Este artigo tem como objetivo avaliar a popularização e profissionalização do MMA no Brasil, refletindo sobre suas implicações. Como ferramenta para a coleta de dados, utiliza-se o portal de eventos Sherdog (em sua versão web), o qual consiste em um localizador eletrônico de combates. Procura-se determinar o número de eventos ocorridos no Brasil, e sua distribuição geográfica, entre os anos de 2016 e 2017. A partir deste levantamento, o artigo analisa um aspecto ambivalente do crescimento do esporte no território nacional: por um lado, a disseminação do ideal de vigor e invencibilidade, representado pelos lutadores de MMA; por outro lado, a precarização das condições de trabalho em que estes atletas estão inseridos. Espera-se, assim, oferecer contribuições da psicologia para os debates sobre esta modalidade de esporte.


Palavras-chave


MMA; psicologia do esporte; esporte de combate; Sherdog

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2594-3871.2018v27i3p707-724

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Psicologia Revista

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: