Toxicomania e gozo

Luci Alves de Oliveira

Resumo


O presente artigo é baseado numa pesquisa teórica, de referencial psicanalítico, que trata do fenômeno da toxicomania em estruturas neuróticas e da dinâmica psíquica do toxicômano, com especial destaque para a caracterização de seu modo de gozo, tendo em vista o fato de a drogadição remeter aos impasses do sujeito com seu objeto de gozo. Dentre os pressupostos que nortearam essa pesquisa, ressaltamos a concepção da psicanálise enquanto um tratamento possível para os casos de toxicomania. Ao abordar o uso de tóxicos, é importante destacar que nos restringiremos apenas àquelas formas de consumo em que impera a dimensão compulsiva, na qual a substância assume um valor soberano sobre a existência do sujeito, passando a regular sua vida. Destacamos ainda, que incluímos aqui o alcoolismo nos quadros toxicomaníacos, por compreendermos tratar-se também de um fenômeno de toxicomania.

Artigo elaborado a partir de monografia apresentada no curso de Pós-Graduação Lato Sensu “Psicanálise e Linguagem: uma outra psicopatologia”, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: