SERIAM OS CONSULTORES ASTRONAUTAS? UM ESTUDO SOBRE RELAÇÃO ENTRE CONSULTORIAS E ACADEMIA NA PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO EM ADMINISTRAÇÃO

Carlos de Brito Pereira, Edson Crescitelli

Resumo


Resumo
Neste ensaio é discutida a dificuldade de se obter uma teoria “pronta para o uso” em
Administração. Mostra-se como esse problema está correlacionado à natureza da
disciplina e à forma da carreira universitária atual nas escolas de Administração. Isto
acarreta duas conseqüências: (1) a possibilidade da transformação de qualquer nova idéia
em uma receita universal para a solução de problemas na área (os “modismos”); e (2)
gera um mercado para consultorias, que supostamente apresentam soluções para as
empresas mais rapidamente do que a Academia. Como medida para se evitar que uma
nova idéia seja vista como panacéia, recomenda-se o uso de premissas de metodologia
científica para identificar os limites da aplicação de novas idéias na administração das
empresas.
Palavras-Chaves: Consultoria, Metodologia científica e Epistemologia da Administração.
Abstract
In this essay is discussed the difficulties to obtain a theory “ready for the use” in
Administration. It shows how this problem is correlated to the nature of the subject and to
the way of the present university career in the Business Schools. This causes two
consequences: (1) the possibility of transformation of any new idea in a universal recipe
for the problems solution in the area (“hype”); and (2) it creates a market for the
consultancies, which supposedly presents solutions to the companies faster than the
Academy. As measure to avoid that a new idea be seen as panacea, it is recommended the
use of scientific methodology premises to identify the limits of new ideas application in
the companies administration.
Key-words: Consultancy, Scientific Methodology and Epistemology of the Administration

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20946/rad.v9i1.1513

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Flag Counter

Revista Administração em Diálogo - RAD
ISSN: 2178-0080

     

 

Apoio: