A importância da controladoria para mitigar o conflito de agência na governança corporativa

Alberto Iwao Morimoto

Resumo


O objetivo deste trabalho é ver o uso da área de controladoria como ferramenta de governança corporativa para mitigar os conflitos de interesse gerados na companhia entre controle e propriedade, também conhecido como Teoria da Agência. Para este trabalho, foi realizado pesquisa de campo com o uso de questionário encaminhado às companhias de capital aberto na BM&FBovespa em 2013, e foi possível demonstrar a interdependência entre a governança corporativa, a controladoria e a Teoria da Agência, evidenciando que esses conceitos estão intimamente ligados e que a área de controladoria com seus artefatos consegue mitigar o conflito de agência com os administradores, e esses atender plenamente os stakeholders[1].

[1] O conceito de stakeholder ou ‘parte interessada’ é definido como qualquer pessoa ou grupo que tem interesse ou possa ser afetado pelas ações de uma organização. São citados como exemplos: público interno, fornecedor, consumidor, cliente, instituição pública, comunidade, proprietários, banqueiros, sindicatos, órgãos governamentais, entre outros (ABNT, 2004).


Palavras-chave


Controladoria; Governança corporativa; Teoria da Agência.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2446-9513

 

INDEXADORES