Os impactos da implantação do SPED nos recursos organizacionais das empresas

Henrique Formigoni, Liliane Cristina Segura, Leonardo Soriano Coelho, Lucas Leocadio Oliveira, Vinicius Cardoso de Moraes

Resumo


O objetivo deste trabalho é analisar os efeitos da implantação do SPED nos recursos organizacionais das empresas, segundo a percepção dos seus gestores. A pesquisa é descritiva e exploratória, com abordagem qualitativa. A amostra final é de 13 empresas. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas, com utilização de um questionário semiestruturado adaptado de Alberti (2017). Os dados foram tratados por meio da análise de conteúdo. Principais resultados: mudanças ocorridas nas rotinas dos profissionais das áreas afetadas pelo SPED; aumento das despesas administrativas, financeiras e operacionais; e a complexidade na interpretação e aplicação correta da legislação. Segundo os gestores, o SPED contribuiu para: racionalizar e unificar as obrigações acessórias; melhoria da qualidade, detalhamento e rapidez na geração de informações fiscais; e aperfeiçoar o combate à sonegação. Conclui-se que o SPED modificou a postura dos gestores em relação à gestão da informação.


Palavras-chave


SPED; Recursos organizacionais; Contabilidade tributária.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2446-9513.2018v5i1p143-160

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2446-9513

 

INDEXADORES