O CONHECIMENTO DE SI NO ITINERÁRIO ESPIRITUAL DE ORÍGENES DE ALEXANDRIA

Francisco Erlânio Gomes Ribeiro

Resumo


A famosa inscrição do oráculo de Delfos “conhece-te a ti mesmo” está presente ao longo da história do pensamento filosófico e da espiritualidade cristã. No Agradecimento a Orígenes, Gregório Taumaturgo apresenta o mestre como um verdadeiro filósofo. Segundo aprendeu do mestre, a excelência do filosofar encontra-se na realização do dito oracular “conhece-te a ti mesmo”. Este artigo pretende desenvolver esse aspecto do itinerário espiritual de Orígenes a partir de passagens de seu Comentário ao Cântico dos Cânticos, no qual o autoconhecimento está posto no reconhecimento do ser criado à imagem e semelhança de Deus (campo ontológico) e no conhecimento das disposições da alma (campo ético). 


Palavras-chave


Orígenes de Alexandria; teologia patrística; antropologia teológica; conhecimento de si

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2177-952X.2018v13i23p79-93

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A REVELETEO está indexada em:

Presente nas seguintes Bibliotecas: