A Sociedade Romana e sua Política segundo Santo Agostinho

João Batista do Amaral

Resumo


A época de Agostinho é marcada por várias crises que se instalaram na Sociedade Romana. Essas crises não fugiram do olhar aguçado de Santo Agostinho. Ele mostrou como a ação política de seus contemporâneos foi algo demasiadamente ineficaz para atender aos anseios de uma sociedade justa, integrada por vários povos e raças. Essa sociedade, que havia conquistado na história, com erros e acertos, poder e glória, tanto no campo da ciência como em tecnologia, para si, os meios que garantissem aos seus concidadãos uma vida próspera, aos poucos sucumbiu. A finalidade deste artigo, portanto, é a de expor ao leitor alguns aspectos experienciados por essa sociedade e fazer notar que quando a política é praticada por homens que possuem como premissa o poder e suas benesses, não há riqueza ou organização que consiga sustentar tal estado ou nação.

Palavras-chave


Crise; Política; Poder; Sociedade

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A REVELETEO está indexada em:

Presente nas seguintes Bibliotecas: