A missão da Igreja e os Leigos – Encaminhamentos de um Concílio ainda em construção

Mariane de Almeida Silva

Resumo


Cinquenta anos depois ainda se faz necessário versar sobre alguns encaminhamentos do Concílio Ecumênico Vaticano II no que tange ao papel do leigo como partícipe da missão da Igreja e também sua fundamental missão entre o diálogo da Igreja e mundo, tão abordado durante todo o Concilio e de maneira singular na Constituição Pastoral Gaudium et Spes. Percebe-se no decorrer da história que o leigo, de certa forma, se via esquecido, participava na Igreja de maneira passiva. Esse pensamento, contudo, vem mudando a partir do referido Concílio que, através de seus vários documentos, apresenta o leigo como agente transformador na Igreja e, de maneira mais fundamental, fora dela, sendo reconhecido seu grande papel como partícipe da Missão. Por isso, versaremos sobre a Missão da Igreja, as contribuições do Concílio para esta nova compreensão do laicato, o papel do leigo na Igreja, a importância do diálogo entre Igreja e mundo e, por fim, o leigo como principal agente nesse diálogo.

Palavras-chave


Igreja; Missão; Concílio Vaticano II; Laicato; Diálogo

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A REVELETEO está indexada em:

Presente nas seguintes Bibliotecas: