Movimentos de resistência ao poder pastoral na Idade Média

Maurino Marques Nascimento Junior

Resumo


A chamada Idade Média foi um tempo marcado pelo surgimento de movimentos de resistência que tiveram como característica principal e comum se opor à postura adotada pela Igreja Católica Romana durante este período da história. O objetivo deste trabalho de pesquisa é levantar as principais características do clero neste período, bem como identificar quais foram esses movimentos de resistência e suas bases teológicas. O método adotado aqui é a pesquisa em material bibliográfico, estabelecendo como base principal, notadamente, os escritos do teólogo José Comblin, que produziu vasto material sobre este assunto. Como resultado deste trabalho, pôde-se constatar que esses movimentos ocorreram de forma profusa. Além disso, ficou evidente, no resultado da pesquisa, que a centralização do poder, o enriquecimento e a desatenção à realidade dos pobres, todos estes traços marcantes no comportamento da Igreja Católica no período, foram elementos que se constituíram na principal causa do surgimento de tais movimentos.

Palavras-chave


Clero; Poder; Resistência; Movimento; Comblin

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A REVELETEO está indexada em:

Presente nas seguintes Bibliotecas: