Fé e razão: como a razão pode explicar Deus sem levar ao ceticismo

Rafael Antonio Faraone Dutra, José de Souza Paim

Resumo


A sociedade está em constante transformação, ocasionada pela mudança na mentalidade das pessoas que, com o tempo, sentem a necessidade e aprenderão a questionar, desde as coisas mais simples da vida, como também as mais complexas, que antigamente eram impostas e aceitas por todos. Com o tempo, algo que virou objeto de indagação é a fé. Através da razão, são feitas diversas perguntas com o objetivo de desvendar melhor os mistérios da fé. É certo que tais questionamentos produzem evolução e amadurecimento na construção do pensamento, porém até que ponto essa fé é benéfica ou tende a levar a um ceticismo. O tema deste trabalho é fé e razão, visando a explorar até onde é conciliável os dois caminharem juntos, sem que a razão interfira negativamente. Como objetivo, explorar quais os benefícios que a razão trás para a fé e quais os impactos negativos que ela pode produzir, além de definir o que é fé e razão, demonstrando como, ao longo do tempo, a razão passou a fazer parte da sociedade. Como conclusão, procurar demonstrar que razão e fé são duas realidades que não se opõem, mas devem caminhar juntas na busca da verdade. A absolutização da razão pode desencadear um ceticismo que ignora elementos fundamentais da fé. Em contrapartida, o discurso da fé sem a consideração da razão pode produzir práticas religiosas fundamentalistas.

Palavras-chave


Fé; Razão; Deus; Ceticismo; Fundamentalismo

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A REVELETEO está indexada em:

Presente nas seguintes Bibliotecas: