A Parresía Paulina e suas perspectivas: Uma análise teológica da linguagem franca a partir de Ef 6,19

Túlio Felipe de Paiva

Resumo


Nos escritos do Novo Testamento, de modo especial nas cartas paulinas, podemos notar uma presença significativa do termo grego parresía, ou linguagem franca. Esse termo não somente era, no período contemporâneo a Paulo, um instrumento retórico-linguístico, como uma atitude a ser tomada, seja pelo orador, seja pelo autor epistolar frente aos seus destinatários. Em Ef 6,19, vemos presente esse termo e sua relação com a missão evangelizadora do autor. Ainda mais, esse conceito não somente foi uma função linguística para os escritos e ações do tempo de Paulo, senão que pode ter uma eficácia nos tempos atuais.

Palavras-chave


Parresía; Linguagem Franca; Paulo; Efésios

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A REVELETEO está indexada em:

Presente nas seguintes Bibliotecas: