A paróquia: da progênie judaico-helenístico-cristã ao Concílio Vaticano II

Adilson Cristiano Habowski, Daniel Felipe Jacobi, Lucas Luiz Abreu Rocha

Resumo


A gênese histórica da paróquia e seu desenvolvimento estrutural em relação à história da Igreja é a problemática central à qual este texto está subordinado. Por esta razão, o texto parte da etimologia do termo paróquia à compreensão de suas origens e matrizes dentro da concepção do cristianismo nascente e em suas raízes bíblicas, sem a pretensão de apresentar críticas e reformulações da estrutura paroquial. O respectivo trabalho toma como alicerce os decorrentes períodos e fatos históricos da Igreja para caracterizar e contextualizar o desenvolvimento da paróquia que, desde os primórdios, está subordinada a estruturas de autoridades eclesiais. O seguinte texto vale-se de documentos importantes que contextualizam a visão, função e organização da paróquia como parte fundamentalmente integrante do corpo eclesial, bem como conceituam juridicamente esta comunidade de fé, célula da Igreja Particular. Após um apanhado geral da genealogia eclesiástica, com o desenvolvimento paroquial no seu interior, o presente trabalho atem-se a contextualizar a visão que a paróquia assumiu dentro da eclesiologia do XXI Concílio Ecumênico da Igreja Católica, o Concílio Vaticano II e do Código do Direito Canônico de 1983 em comparação com o Código Pio-beneditino. Com isso, o presente texto intui proporcionar fundamentos a futuros estudos e questionar a efemeridade.

Palavras-chave


Paróquia; História da Igreja; Eclesiologia; Comunidade de fé

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A REVELETEO está indexada em:

Presente nas seguintes Bibliotecas: