A análise semântico-exegética de Lc 4,1-2 como método de compreensão da família cristã, símbolo da igreja doméstica em saída

Renato Gonçalves da Silva

Resumo


Este artigo visa a fazer um paralelo entre o agir do Cristo, Filho de Deus que se deixa conduzir pelo Espírito Santo no enfrentamento do Diabo e suas tentações no ambiente árido do deserto, e o agir das famílias cristãs, que, se assim se definem, devem ter o mesmo entusiasmo no deixar-se conduzir pelo Espírito que as levará para realidades densas e problemáticas, no intuito de vencer o mal. Relaciona-se o pensamento do evangelista, através de uma análise exegético-semântica, com a mensagem do Papa Francisco presente em suas duas Exortações Apostólicas: Evangelii Gaudium e Amoris Laetitia, nas quais enfatiza o ânimo que os cristãos, junto com suas famílias, devem possuir no esforço de evangelizar aqueles que mais estão distantes, enfrentando realidades de tribulação.

Palavras-chave


Tentação de Cristo; Lucas; Deserto; Igreja em Saída; Família

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A REVELETEO está indexada em:

Presente nas seguintes Bibliotecas: