A importância do Jesus Histórico para Paulo, a partir de 2 Coríntios 4,10-12

Rafael Antonio Faraone Dutra

Resumo


A identidade do Jesus histórico tem sido objeto de constante estudo e investigação. Ao longo da história, novas descobertas e afirmações foram feitas, algumas no sentido de colaborar e auxiliar com a fé cristã, que professam a Jesus como Senhor e Salvador; outras, entretanto, com o objetivo de desvencilhar o Cristo da fé, apresentado pelos Evangelhos, do Jesus que viveu na história. Essa questão é tão antiga que leva teólogos e estudiosos a cavar profundamente em busca de informações, tendo como um dos referenciais o Apóstolo Paulo, autor de muitas cartas compiladas para o Novo Testamento. O Apóstolo se destaca, sendo reconhecido, dentre outras coisas, através de seus escritos, como uma das mais notáveis obras sobre a interpretação da vida de Jesus; entretanto, há escassez à menção ao Jesus Histórico. Tal fato é explicado por alguns teólogos pelo pré-conhecimento que os destinatários paulinos possuíam a respeito de Jesus. Sendo assim, Paulo não pretendeu exaurir a questão, visto que já existiam outras obras fazendo referências sobre o assunto, como os evangelhos, sendo que seus objetivos são outros; no entanto, alguns elementos são destacados em Paulo, como a paixão, crucificação e ressurreição de Cristo. Este artigo procura discutir brevemente o problema do Jesus Histórico e destacar os elementos que fazem alusão a essa questão, por intermédio do apóstolo Paulo, destacando a segunda carta aos Coríntios.

Palavras-chave


Jesus Histórico; Apóstolo Paulo; Coríntios

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A REVELETEO está indexada em:

Presente nas seguintes Bibliotecas: