A CRÍTICA FEUERBACHIANA DA RELIGIÃO: UM CONTRIBUTO À COMPREENSÃO DO CONCEITO DE ALIENAÇÃO RELIGIOSA

Wodson Vieira Alves

Resumo


A interpretação antropológica ou redução antropológica da teologia - nega a Deus para a firmar o homem - que Feuerbach faz da religião é o ponto de partida para a sua compreensão de ideologia: não há libertação do homem sem a negação de Deus. Ele parte do pressuposto de que a religião é expressão e causa da alienação humana. Para Feuerbach, “o conhecimento que o homem tem de Deus é apenas o auto-conhecimento do homem e de sua própria essência”. Ele realiza uma redução total da teologia e de toda a filosofia à antropologia uma vez que “o ser absoluto, o Deus do homem, é a sua própria essência”. Nisso consiste a alienação religiosa: tornar como Deus algo que, na verdade, é apenas expressão do próprio homem.

Palavras-chave


alienação religiosa; teologia; religião; antropologia

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A REVELETEO está indexada em:

Presente nas seguintes Bibliotecas: