As matrizes ideológicas do II PND (1975-1979)

Gilval Mosca Froelich

Resumo


O presente artigo estuda as relações entre economia e ideologia no Segundo Plano Nacional de Desenvolvimento – II PND), criado no Brasil no governo de Ernesto Geisel (1974-1979), procurando identificar as principais matrizes ideológicas do plano. Ao mesmo tempo, tenta estabelecer o contexto histórico do plano, interna e externamente. Numa situação externa marcada pela Guerra Fria e sob um modelo político ditatorial, o II PND procurou meios para enfrentar a crise do petróleo e manter a continuidade do desenvolvimento econômico, mas não pode escapar de um viés autoritário. Por outro lado, o II PND é historicamente um plano inserido no projeto autoritário do governo de Garrastazu Médici (1969-1974), considerado o mais duro do período militar (1964-1985), que olhava o Brasil como uma nação-potência.

Palavras-chave


planejamento econômico; autoritarismo; liberalismo; nacionalismo; ideologia

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores:

Nacionais:

pesquisa & debate


Internacionais: