Teste para mais de uma raiz unitária: uso do software SAS® na elaboração de uma rotina para o teste dickey-pantula

Mario Antonio Margarido, Helcio de Medeiros Junior

Resumo


A determinação da ordem de integração de variáveis é de suma importância para aqueles que trabalham no campo da economia utilizando modelos de séries de tempo. A incorreta identificação de ordem de integração (ou número de raízes unitárias) pode conduzir ao que ficou denominado de regressão espúria, ou seja, apesar dos testes estatísticos do modelo de regressão apresentarem-se significativos, os seus resultados não têm significado econômico. Para resolver esse problema, a partir da década dos 70s foram desenvolvidos diversos testes de raízes unitárias, sendo os mais difundidos os testes Dickey-Fuller (DF), Dickey-Fuller Aumentado (ADF) e o teste não paramétrico de Phillips-Perron (PP). As rotinas para esses testes já se encontram disponíveis para os usuários no SAS®. No entanto, DICKEY e PANTULA (1987), demonstraram que os tradicionais testes de raízes unitárias são inadequados quando há possibilidade da presença de mais de uma raiz unitária. Esse paper apresenta a elaboração de uma rotina em SAS para a realização do teste de raiz unitária Dickey-Pantula com aplicação em séries econômicas.

Palavras-chave


raiz unitária; tendência estocástica; estacionariedade; teste Dickey-Pantula

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores:

Nacionais:

pesquisa & debate


Internacionais: