Impact of the National Professional Qualification Program (PNQ) on Income: An Econometric Analysis in Piracicaba/SP-Brazil

Diogo Ferraz, Fabíola Cristina Ribeiro de Oliveira

Resumo


This paper presents the analysis of the results of the National Program for Professional Qualification - PNQ in Piracicaba/Sao Paulo - Brazil. It analyzed the impact of PNQ on the income of workers. The Theory of Human Capital is presented as a suitable theoretical basis. We used econometric method "diffs-in-diffs", which compares the income of a group of skilled workers with others who did not attend the program. It proved to be rise in income and increased formalization of skilled workers. It was proved the viability of public policy professional qualifications in the municipality.


Palavras-chave


Professional qualification; Income; Econometrics; Difference in Differences Method; Program for Professional Qualification - PNQ.

Texto completo:

PDF (English)

Referências


ACKERMAN, Michael E. Brevíssima reflexão sobre a formação profissional na cultura dos recursos humanos. In: DIEESE (Org). Emprego e desenvolvimento tecnológico: Brasil e contexto internacional. São Paulo: DIEESE, 1998.

ASHENFELTER, O. Estimating the effect of training programs on earnings. Review of Economics and Statistics. v. 60, p. 47-57, 1978.

BARROS, Ricardo P. et al. A recente queda da desigualdade de renda e o acelerado progresso educacional brasileiro da última década. Rio de Janeiro: IPEA, 2007 (Texto para Discussão, 1304).

BARROS, Ricardo P. et al. Determinantes do desemprenho educacional no Brasil. Rio de Janeiro: IPEA, 2001 (Texto para Discussão, 834).

BARROS, Ricardo P. et al. Focalização dos gastos públicos sociais e erradicação da pobreza no Brasil. In: Henriques, Ricardo (org.), Desigualdade e pobreza no Brasil. Rio de Janeiro, IPEA, 2000.

BARROS, Ricardo P. de; MENDONÇA, Rosane. Salário e educação no Brasil. Brasília: Ministério da Educação, 2000.

BARROS, Ricardo P. et al. Uma análise da estrutura salarial brasileira baseada na PPV. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Rio de Janeiro: 1999 (Texto para Discussão, 689).

BECKER, Gary S. (1994) Human Capital: a theoretical and empirical analysis with special reference to education. 3rd Edition, The University of Chicago Press, p. 323-350.

BERTRAND, M.; DUFLO, E.; MULLAINATHAN, S. How should we trust difference -in-differences estimates?. Quarterly Journal of Economics. v. 119, p. 249-275, 2004.

CACCIAMALI, Maria C. As políticas ativas de mercado de trabalho no Mercosul. Revista Estudos Avançados. São Paulo, v. 19, n. 55, p. 85−104, set/dez. 2005.

CACCIAMALI, Maria C. As políticas ativas de mercado de trabalho no Mercosul. Tipos, síntese de estudos de avaliação e reorientação, que compõe o documento: OIT, Generando empleo decente en el Mercosur. Empleo y estratégia de crecimiento: el enfoque de la OIT. Lima: OIT, 2004.

CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS. Ministério do Trabalho e Emprego. Bases Estatísticas. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2012.

CARMO, C. do C. Educação e qualificação profissional: uma discussão junto aos egressos do PANFLOR em MG. 2003. 150 p. Dissertação (Programa de Pós Graduação em Educação – PPGE Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2003.

CASTRO, Delúbio S.; MACEDO, Bernardo G. O FAT e o sistema público de emprego: a visão dos trabalhadores. In: DIEESE (Org). Emprego e Desenvolvimento Tecnológico: Brasil e contexto internacional. São Paulo: DIEESE, 1998.

CERQUEIRA, D., MATOS, M., MARTINS, A. P. A., PINTO JÚNIOR, J. Avaliando a efetividade da Lei Maria da Penha. Brasília: IPEA. 2015. Recuperado em 16 de maio de 2017, de http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/TDs/td_2048k.pdf

DEDECCA, Cláudio. Reorganização econômica, absorção de mão de obra e qualificação. Campinas: UNICAMP, 2002.

DEHEJIA, R.; WAHBA, S. Casual effects of nonexperimental studies: reevaluating the evaluation of training programs. Journal of American Statistical Association. v.94, p.1053-1062, 1999.

DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA E ESTUDOS SÓCIO‑ECONÔMICOS (Dieese). Anuário da Qualificação Social e Profissional: 2011. São Paulo: Dieese, 2011. Disponível em: . Acesso em: dez. 2015.

DELANEY, J., KEARNEY, T. D. The impact of guaranteed tuition policies on postsecondary tuition levels: a difference-in-difference approach. Economics of Education Review. v.47, p.80–99, 2015.

FUNDAÇÃO SISTEMA ESTADUAL DE ANÁLISE DE DADOS – SEADE: Informações dos municípios paulistas. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2013.

GRAFOVA, I. B., FREEDMAN, V. A.; LURIE, N.; KUMAR, R.; ROGOWSKI, J. The difference-in-difference method: assessing the selection bias in the effects of neighborhood environment on health. Economics and Human Biology. v.13, p.20–33, 2014.

HARTMANN, D., GUEVARA, M. R., JARA-FIGUEROA, C., ARISTARAN, M., and HIDALGO, C. (2017). Linking Economic Complexity, Institutions and Income Inequality. World Development, 93:75–93.

HAUSMAN, J., KUERSTEINER, G. Difference in Difference Meets Generalized Least Squares: higher order properties of hypotheses tests. Journal of Econometrics. v.144, n.2, p.371–91, 2008.

HECKMAN, James J. Shadow prices, market wages, and labor supply. Econometrica, p. 679-694, 1974.

HECKMAN, James J. Sample selection bias as a specification error. Econometrica, Menasha, v. 47, n.1, p.153-161, jan. 1979.

HOFFMANN, Rodolfo. Distribuição de renda e crescimento econômico. Revista Estudos Avançados, v. 15, n. 41, p. 67−76, 2001.

HOFFMANN, Rodolfo.; DUARTE, João C. A distribuição da renda no Brasil. Revista de Administração de Empresas, v. 12, n. 2, p. 46−66, jun. 1972.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAGIA E ESTATÍSTICA: Síntese de Indicadores Sociais – Informação econômica e Socioeconômica. Disponível em: . Acesso em: 26 dez. 2011.

KASSOUF, Ana L. The wage rate estimation using the Heckman procedure. Revista de Econometria, p.89-107, 1994.

LALONDE, R. J. Evaluating the econometric evaluations of training programs with experimental data. American Economic Review. v. 76, p. 604-620, 1986.

LEAL, C. I. S.; WERLANG, S. R. C. Retornos em educação no Brasil: 1976/89. Pesquisa e Planejamento Econômico. Rio de Janeiro, v.21, n.3, p.559-574, dez. 1991.

LECHNER M. The estimation of causal effects by difference-in-difference methods. Found Trends in Econometrics. vol. 4, n.3 p.165–224, 2010.

LESSA, Simone E. do C. A Formação via PNQ e Inserção Produtiva dos CRAS: a reposição empobrecida e emergencial da qualificação dos trabalhadores. Revista Serviço Social e Sociedade, n. 106, p. 284-313, abril/junho, 2011.

MENEZES FILHO, N. Avaliação econômica de projetos sociais. São Paulo: Dinâmica Gráfica e Editora, 2012.

MENEZES-FILHO, Naércio A.; CURI, Andréa Z. Os efeitos da pré-escola sobre os salários, a escolaridade e a proficiência escolar. 2006. Mimeografado.

MENEZES-FILHO, Naércio et al. Rising human capital but constant inequality: the education composition effect in Brazil. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2003. Mimeografado.

MENEZES-FILHO, Naércio; PICCHETTI, Paulo. Educação e desigualdade. In: MENEZES-FILHO, N. e LISBOA, M. (Org.). Microeconomia e sociedade no Brasil. Rio de Janeiro, 2001, v. 1, p. 13-50, 2001.

MEYER, B. Natural and quasi-experiments in economics. Journal of Business & Avaliação Econômica de Projetos Socias l 181 Economic Statistics. v. 13, p. 151-161, 1995.

MINCER, Jacob. (1974). Schooling, experience and earnings. National Bureau of Economic Research.

PEIXOTO, Patricia E. Do PANFLOR ao PNQ: uma análise comparativa sobre os planos de qualificação no Brasil. 2008. 136 p. Dissertação (Programa de Pós Graduação em Política Social) – Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2008.

PIKETTY, Thomas. O Capital no século XXI. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2014. 672 p.

PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO – PNUD. Pobreza e Desigualdade. Disponível em: . Acesso em 20 nov. 2011.

RELAÇÃO ANUAL DE INFORMAÇÕES SOCIAIS – RAIS. Ministério do Trabalho e Emprego. Bases Estatísticas. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2013.

RESENDE, Marcelo; WYLLYE, Ricardo. Retornos para educação no Brasil: evidências empíricas adicionais. Revista Economia Aplicada, São Paulo, v. 10, n. 3, p. 349-365, jul./set. 2006.

SALM, Cláudio L.; FOGAÇA, Azuete. Tecnologia, emprego e qualificação: algumas lições do século XIX. In: DIEESE (Org). Emprego e desenvolvimento tecnológico: Brasil e contexto internacional. São Paulo: DIEESE, 1998.

SCHULTZ, Theodor W. The economic value of education. New York: Columbia University Press, 1961.

SOARES, Rodrigo; GONZAGA, Gustavo. Determinação de salários no Brasil: dualidade ou não linearidade no retorno à educação. Anais do XX Encontro Brasileiro de Econometria, Vitória, vol.II, 9-11, 1998.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores:

Nacionais:

pesquisa & debate


Internacionais: