A política econômica e o convênio de Taubaté na economia cafeeira (1889-1906)

Fernando Ribeiro

Resumo


O artigo analisa as relações entre o mercado mundial de café e a expansão da economia cafeeira no oeste do Estado de São Paulo durante a segunda metade do século XIX. Tal expansão, juntamente com a ocorrência de determinados eventos macroeconômicos, tais como desvalorizações da taxa nominal de câmbio na última década do século XIX, implantação de políticas fiscal e monetária austeras após 1898 e a introdução de um regime de câmbio fixo após 1906, levaram à crise de superprodução de 1906. É neste contexto que o Acordo de Taubaté é celebrado. Trata-se do primeiro plano de valorização dos preços internacionais do café. O plano logrou sucesso na medida em que, após 1911, os preços internacionais do café começaram a se recuperar.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores:

Nacionais:

pesquisa & debate


Internacionais: