Eficiência técnica e produtividade dos fatores na indústra brasileira de móveis nos anos 90: Uma análise não-paramétrica

Ricardo Bruno Nascimento dos Santos, Wilson da Cruz Vieira

Resumo


Este trabalho teve como objetivo analisar a eficiência técnica na indústria brasileira de móveis nos anos de 1990, 1993, 1996 e 1999, bem como sua produtividade de fatores. Para atingir esse objetivo, foi utilizada a Análise Envoltória de Dados (DEA), que é uma técnica não-paramétrica. Utilizaram-se dados da Pesquisa Industrial Anual (PIA) do IBGE para os anos de 1990, 1993, 1996 e 1999. Como insumos foram utilizados pessoal ocupado no setor, salários e remunerações e custo médio das operações industriais e como produto foram utilizados o valor bruto da produção menos as exportações, e as exportações. Os resultados obtidos mostram que somente dois dos Estados analisados foram eficientes no uso de seus fatores de produção na média dos anos estudados e que a maioria dos Estados analisados apresentou ganhos de produtividade na indústria de móveis. 

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores:

Nacionais:

pesquisa & debate


Internacionais: