As teorias de letramento aplicadas ao ensino bíblico: o estado da questão

João Carlos Domingues dos Santos Rodrigues, Vicente Artuso

Resumo


Este estudo apresenta, o estado da questão sobre a teoria do letramento aplicada ao ensino bíblico no contexto da Igreja Católica no Brasil. Expõe a origem e princípios da teoria do letramento. Constata no contexto eclesial os desafios de superação de uma leitura parafrástica para uma leitura polissêmica das Escrituras.  Grandes passos foram dados com a aplicação de novos métodos e especialmente com o método da leitura popular. A teoria do letramento contribui para uma aproximação mais frutuosa do leitor fiel aos textos sagrados. Apresentadas as preocupações e desafios para superar a leitura fundamentalista o artigo mostra a relação entre leitura popular e teoria do Letramento. Há uma relação de complementariedade no método quando destaca o leitor no seu contexto e intertexto, o que na leitura popular corresponde a ligação da Bíblia com a Vida. Em ambos o leitor é sujeito interpretante.

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, M. Estética da Criação. São Paulo: WMF, 1997.

BAKHTIN, M. Marxismo e filosofia da linguagem. 12. ed. São Paulo: HUCITEC,

BARGHILIONI, M.; BARGHILIONI, E.; MEDDI, L. Adulti nella comunità Cristiana: Guida alla preparazione di itinerari per l'evangelizzazione, la crescita nella fede e la mistagogia della vita Cristiana. Paoline: Milano, 2008

BENTO XVI. Exortação Apostólica Verbum Domini. São Paulo: Paulinas, 2010.

BÍBLIA de Jerusalém. 10. ed. São Paulo: Paulus, 2015

BÍBLIA Sagrada. 2. ed. São Paulo: CNBB, 2002.

BORG, M. J. “Speaking Christian”: A Word of Introduction. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2018.

BRITTO, L. P. L. Língua e Ideologia: a reprodução do preconceito. In: BRITTO, L. P. L. Contra o consenso: cultura escrita, educação e participação. Campinas: Mercado de Letras, 2003.

BRONCKART, J. P. Atividade de linguagem, texto e discurso: por um interacionismo sociodiscursivo. São Paulo: Educ, 2009.

CONGREGAÇÃO PARA A DOUTRINA DA FÉ. Instrução Donum Veritatis. 2. ed. São Paulo: Paulinas, 1999.

COMISSÃO TEOLÓGICA INTERNACIONAL. Teologia Hoje, perspectivas, princípios e critérios. São Paulo: Paulinas, 2013

COMPÊNDIO do Concílio Vaticano II. São Paulo: Vozes, 2002.

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL. Comunidade de Comunidades: uma nova paróquia. São Paulo: Paulinas, 2014.

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL. Comunidades Eclesiais de Base na Igreja do Brasil. 6. ed. São Paulo: Paulinas, 1999.

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL. Discípulos e Servidores da Palavra de Deus na Missão da Igreja. São Paulo: Paulinas, 2012.

CONGREGAÇÃO PARA A DOUTRINA DA FÉ. Instrução Donum Veritatis. Disponível em: . Acesso em: 30 abr. 2018.

COSSON, R. Círculo de leitura e letramento literário. São Paulo: Contexto, 2014.

FRANCISCO. Exortação Apostólica Evangelii Gaudium. São Paulo: Paulinas, 2013.

FREIRE, P. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1992.

JOÃO PAULO II. Exortação Apostólica Christifideles Laici. 11. ed. São Paulo: Paulinas, 2013.

KLEIMAN, Â. B. Modelos de letramento e as práticas de alfabetização na escola. In: KLEIMAN, Â B. (Org.). Os significados do letramento: uma nova perspectiva sobre a prática social da escrita. Campinas: Mercado das Letras, 2008.

MANJALY, T. Le périple de Dei Verbum. Impacts et défis. Bulletin Dei Verbum, n. 98, 2014: 34-49.

MASELLI, D. L'alfabetizzazione della Bibbia. Disponível em: . Acesso em: 01 maio 2018.

MESTERS, C.; OROFINO, F. Sobre a Leitura Popular da Bíblia - parte I. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2017.

PERKINS. L. What is “Biblical Literacy” and Why is it Important? Disponível em: . Acesso em: 09 jun. 2018.

PINSKY, J. As Primeiras Civilizações. 15. ed. São Paulo: Contexto, 2011

PONTIFÍCIA COMISSÃO BÍBLICA. A Interpretação da Bíblia na Igreja. São Paulo: Paulinas, 1993.

REX, L.; GREEN, J.; DIXON, C. Critical Issues: What Counts When Context Counts?: The Uncommon “Common” Language of Literacy Research. Journal of Literacy Research, vol. 30, n. 3, 1998: 405-433.

SCHÉRER, M. Quels sont les devoirs d'un ministre de l'Éducation? Disponível em: . Acesso em: 06 jun. 2018.

SHIMRON, Y. L'Ancien Testament est-il une langue morte? Disponível em: . Acesso em: 06 jun. 2018.

SINGER-TOWNS, B. Biblical Literacy Made Easy: A Practical Guide for Catechists, Teachers, and Youth Ministers. Winona: Saint Mary’s press, 2008.

SOARES, M. Letramento: um tema em três gêneros. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

SOCIEDADES BÍBLICAS UNIDAS. ¿Alfabetization Biblica: conoces la Palabra de Dios? Disponível em: . Acesso em: 05 maio 2018.

STRAWN, B. A. The Old Testament is dying. Grand Rapids: Baker Academic, 2017.

SUNDERSINGH, J. A l’échelle mondiale. In: SOCIÉTÉ BIBLIQUE SUISSE. La Bible aujourd’hui. Disponível em: . Acesso em: 01 jun. 2018.

WILLIAMS III, H. H. D. Trois influences dans la formation de Paul, l’apôtre missionnaire. Journal du Christianisme Mondial, vol. 1, n. 1, 2015: 100-105.




DOI: https://doi.org/10.23925/2236-9937.2019v9n18p265-298

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Filiada:

Apoio:


Teoliteraria está indexada em:

     

    

  

                         

 

 

 

 

 

Presença da Teoliteraria em Bibliotecas no exterior:

 

                         
                               
            
                        
                       
              
                              
                                          
                       
                
                             

 

           

  

 



  

     
 Está obra está licenciada sobre uma Creative Commons Attribution 4.0 International License.