A configuração e (re) configuração da imagem do docente no processo de subjetivação do discente no conto “Os Desastres de Sofia” de Clarice Lispector

Vagner Aparecido de Moura, Cleide Aparecida Moura

Resumo


Na contemporaneidade, nossa motivação como pesquisadores é a de observarmos a relevância do imaginário social no processo de ressignificação de valores culturais e históricos que perpassam nossas relações intersubjetivas. Sendo cônscio desse postulado e da observação “in loco” de nosso ambiente de trabalho (instituição escolar), em relação às representações que se constituem, o presente artigo propõe, por meio de uma perspectiva transdisciplinar – alicerçada nos autores Bachelard (1996), Candau (2011), Candido (2007), Freire (1979), Muxel (1996) e Santaella (2007), um estudo comparativo entre as relações intersubjetivas (docente e discente) que se materializam na contemporaneidade e as constituídas pelo imaginário social brasileiro, neste caso, particularmente, temos como foco o conto “Os desastres de Sofia”, de Clarice Lispector.

Palavras-chave


Imagem; Imaginário social; Intersubjetividade; Professor

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




     INDEXADORES: