ANÁLISE SEMIÓTICA DA MÍDIA CARTAZ NO CASO MARIELLE

Sofia Finguermann Fernandes, Laura Gomes Carvalho

Resumo


O presente artigo desenvolve análise de mídia cartaz sobre o Caso Marielle a partir da teoria semiótica greimasiana. Sabe-se que muitos obstáculos estruturais retém o acesso efetivo do gênero feminino à democracia, tal como aconteceu no assassinato da vereadora Marielle Franco. O crime gerou ampla repercussão midiática, tanto institucional quanto espontânea. Muitos questionamentos foram e ainda estão sendo feitos pela sociedade brasileira, que clama por respostas à pergunta: quem matou Marielle? Assim, foi selecionado como corpus um cartaz sobre o caso, fotografado na cidade de São Paulo, que responde a este questionamento, ainda que parcialmente.  


Palavras-chave


Semiótica greimasiana. Marielle Franco. Mídia cartaz.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




     INDEXADORES: