APRESENTAÇÃO

Aparecida Regina Borges Sellan, Fernando Leite Morais

Resumo


Dossiê: Português Língua Estrangeira

Apresentação

Este número da Revista Verbum, do Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, está composto por artigos institucionais e interinstitucionais de membros do NUPPLE- Núcleo de Pesquisa Português Língua Estrangeira. O NUPPLE tem por objetivo a formação de professores de português brasileiro língua estrangeira, sendo especialistas na língua que ensina, através do ensino formal.

Os artigos foram sequenciados tendo por critério aspectos teóricos e metodológicos utilizados pelo NUPPLE com aprendizes do português brasileiro. 

O artigo Implícitos Culturais e o Enfoque Interculturalista, escrito pela Profa. Dra. Regina Célia Pagliuchi da Silveira, da PUC-SP, apresenta, metodologicamente, o interculturalismo decorrente dos implícitos culturais e de um ensino específico para os aprendizes estrangeiros do português brasileiro.

O artigo Ensino de Português Língua Estrangeira e a Produção de Material Didático Autêntico: Aulas Guiadas, proposto pela Profa. Dra. Aparecida Regina Borges Sellan, da PUC-SP, trata de visitas guiadas cuja metodologia difere de um ensino geral de língua. Este realiza as suas aulas presenciais ou não tendo por base o mesmo espaço físico. As visitas guiadas são realizadas em espaços externos à sala de aula, de forma a completar lacunas que o espaço interno da aula produz, pois ali o aluno não está em contato com outras pessoas, nem exposto a grupos sociais.

O artigo O Anúncio Publicitário como Proposta de Material Autêntico para Ensino de PLE, apesentado pela Profa. Dra. Maria do Carmo Branco Ribeiro, professora do curso Português Brasileiro: Língua e Cultura, da PUC-SP (COGEAE), discute a diferença entre material didático e material autêntico, propondo que o ensino geral de língua fundamenta-se em material didático, na medida em que este é escrito para qualquer aluno em qualquer época e país. Já um ensino específico de língua, metodologicamente, está centrado no aluno e busca resolver as suas reais necessidades. Nesse sentido, faz-se indispensável utilizar material autêntico; por exemplo, o uso de textos de gêneros diversos, oriundos do campo da publicidade.

O artigo Ensino de PLE e a Representação da Mulher pelos Implícitos Culturais na Crônica do Cotidiano, escrito pela Profa. Dra. Siomara Ferrite Pereira Pacheco, professora do curso Português Brasileiro: Língua e Cultura, da PUC-SP (COGEAE), apresenta uma proposta de ensino e de produção de material diferenciado, com a crônica musical de Chico Buarque de Holanda, de forma a orientar, metodologicamente, como trabalhar com material autêntico e bases culturais em sala de aula.

O artigo Utilizando recursos didáticos com material autêntico em aulas PLE, proposto pela Profa. Ms.  Ana Katy Lazare Gabriel, professora do curso Português Brasileiro: Língua e Cultura, da PUC-SP (COGEAE), demonstra como proceder com recursos didáticos que recorrem à material autêntico. Dessa forma, apresenta dois recursos de textos multimodais, propaganda e capa promocional.

O artigo Capacitação de professores-estagiários e monitores no contexto do ensino de Português Brasileiro para imigrantes em situação de refúgio: desafios multifacetados, produzido pela Profa doutoranda Elenice Alves da Costa, professora da Universidade Univove, relata a iniciação formadora de professores em contexto de estágio e monitoria para o ensino de português brasileiro para imigrantes em situação de vulnerabilidade social (imigrantes, em situação de refugiados, por exemplo).

O artigo O ensino do vocabulário para aprendizes de Português Língua Estrangeira, produzido pela Profa. Dra. Lêda Pires Corrêa, apresenta o Modelo Semântico Reformulado, proposto por Eco (2014), que possibilita compreender os sememas de um dado lexema como conhecimento enciclopédico ou percursos de leitura em meio a certas seleções contextuais e propõe o ensino do vocabulário da língua portuguesa em processos comunicativos e interculturais, de modo a que o aprendiz estrangeiro desenvolva competências léxicas e enciclopédicas, que maximizem sua performance como leitor da língua-alvo.

O artigo O Ensino de Português como Língua Adicional para Crianças: Atividades de Compreensão Textual por Meio de Letramentos Multimodais em Sala de Aula, proposto pela Profa. Dra. Josênia Antunes Vieira, da Universidade de Brasília, e pela Profa. Ms. Samara de Souza Fernandes, da Universidade de Brasília, trata da multimodalidade como recurso para a elaboração de rico material didático, visando o letramento multimodal no ensino de línguas, bem como as práticas sociais requeridas para o ensino de uma língua adicional no âmbito do ensino de língua portuguesa, focalizando crianças na faixa etária entre sete e dez anos. 

 

Em síntese, esperamos que esses artigos possam contribuir com professores e pesquisadores de português brasileiro para estrangeiros, na medida em que, ao se discutir as metodologias utilizadas, buscou-se propor que o aprendiz estrangeiro precisa ser tratado de modo diferente do falante nativo, embora muitos acreditem que possam ser as mesmas metodologias, bastando que o professor seja falante nativo da língua-alvo que ensina. 

 

São Paulo, 24 de outubro de 2018.

 

Profa. Dra. Regina Célia Pagliuchi da Silveira.


Palavras-chave


Língua Portuguesa; Português Língua Estrangeira

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




     INDEXADORES: