gestão democrática escolar: escola e sociedade de controle

Giceli Maria Cervi, Luiz Guilherme Augsburger

Resumo


Nas últimas décadas do século XX, houve um direcionamento do país à inclusão no “mercado internacional”, influenciando as políticas educacionais no Brasil. Este trabalho busca problematizar a “gestão democrática escolar” enquanto um dispositivo de governo na atualidade. Fazendo a análise de documentos governamentais e entrevistas com gestores das maiores escolas públicas municipais da cidade de Blumenau, tencionou-se pensar o surgimento desta outra forma de fazer a escola funcionar: a gestão democrática na escola utiliza-se da inclusão e participação como meio para obter maior alcance tanto na vigilância, quanto na sujeição às verdades e na produção do sujeito “empresa de si”.

Palavras-chave: sociedade de controle, gestão democrática escolar, empresa de si.

 

Abstract

In the last decades of the twentieth century, there was a direction to the country’s inclusion in the “international market”, influencing educational policies in Brazil. This paper seeks to discuss the “democratic management school” as a device of government today. Making an analysis of government documents and interviews with managers of the largest public schools in the city of Blumenau, we meant to think about the emergence of this another way of doing school work: a democratic school uses inclusion and participation as a means to obtain greater scope both in surveillance and in subjection to the truths and the production of the subject “company itself.”

Keywords: society of control, democratic management school, self management.

Scholastic democratic management: school and society of control, Giceli Maria Cervi e Luiz Guilherme Augsburger.

Recebido em 25 de março de 2013. Confirmado para publicação em 05 de agosto de 2013.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/verve.v0i24.30674

Apontamentos

  • Não há apontamentos.