As novas gerações não têm comprometimento? Diferenças no comprometimento organizacional ao longo dos grupos geracionais

Ligia Abreu-Cruz, Lígia Carolina Oliveira-Silva, Cibele Dayana de Sousa Werneck-Leite

Resumo


Com a chegada de trabalhadores jovens no mercado, a prática gerencial e a mídia passaram a afirmar que as novas gerações são menos comprometidas. Essa afirmativa encontra respaldo em algumas pesquisas internacionais. No entanto, pesquisas nacionais não atingiram um consenso sobre diferenças comportamentais nas gerações que hoje coexistem: baby boomers e gerações X, Y e Z. O presente estudo teve como objetivo testar se existe diferença em comprometimento organizacional ao longo dessas gerações, partindo da psicologia organizacional. Não foram encontrados resultados que apoiam práticas em recursos humanos pautadas em grupos geracionais, assim, discute-se a adequação dessa concepção à realidade brasileira.

Palavras-chave


Gerações; Comprometimento organizacional; Grupos Geracionais

Texto completo:

PDF EPUB XML


DOI: https://doi.org/10.20503/recape.v9i2.38853

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.