INTERFERÊNCIA DA LÍNGUA FALADA NA ESCRITA DE CRIANÇAS: PROCESSOS DE APAGAMENTO DA OCLUSIVA DENTAL /D/ E DA VIBRANTE FINAL /R/

Socorro Cláudia Tavares de Sousa

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo investigar a influência da língua falada na escrita de crianças em relação aos fenômenos do cancelamento da dental /d/ e da vibrante final /r/. Elaboramos e aplicamos um instrumento de pesquisa em alunos do Ensino Fundamental em escolas de Fortaleza. Para a análise dos dados obtidos, utilizamos o software SPSS. Os resultados nos revelaram que o sexo masculino e as palavras polissílabas são fatores que influenciam, de forma parcial, a realização da variável dependente /no/ e que os verbos e o nível de escolaridade são elementos condicionadores para o cancelamento da vibrante final /r/.

Palavras-chave


cancelamento; língua falada; escrita; Sociolingüística

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista Delta-Documentação e Estudos em Linguística Teórica e Aplicada ISSN 1678-460X