O gesto na interação mãe ouvinte-criança deficiente auditiva

Maria Cristina da Cunha Pereira, Claudia de Lemos

Resumo


Neste artigo, os autores discutem algumas questões relacionadas à interação comunicativa entre crianças surdas e mães ouvintes e qual o papel dos gestos nessa comunicação. Para responder a essas questões, os autores realizaram a análise de dados longitudinais sobre a interação de três crianças surdas com suas mães ouvintes. Os resultados mostram que há interação entre mães e filhos, apesar dos diferentes modos simbólicos que cada um deles tem à sua disposição. Nenhuma das modalidades vocal e gestual são excluídas. Assim, parece mais apropriado descrever como a produção gestual e vocal / oral se relacionam entre si, ou seja, qual canal ou modalidade está em primeiro plano deixando para o outro a função de fundo expressivo. Esses achados confirmam a proposta de Mc Neill de que gestos e fala sejam integrados na mesma matriz de produção de significados.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista Delta-Documentação e Estudos em Linguística Teórica e Aplicada ISSN 1678-460X