Humanos e máquinas no metrô

Janice Caiafa

Resumo


Resumo: Neste trabalho analisamos as repercussões que a recente implementação de um novo sistema de bilhetagem eletrônica trouxe para o quotidiano dos usuários do metrô do Rio de Janeiro. A adoção de um sistema de bilhetagem envolve a escolha de uma tecnologia e a estipulação de um regime de cobrança. Ao acompanhar essa evolução tecnológia no metrô do Rio de Janeiro, exploramos como os usuários têm aprendido a abordar as novas interfaces com as máquinas automáticas e enfrentado as condições de pagamento que no mesmo golpe são impostas. Observamos como as ferramentas tecnológicas se acoplam a ações humanas tanto no que diz respeito à própria construção do novo sistema quanto à sociabilidade que se desenvolve no espaço tecnológico do metrô.

Palavras-Chave: Tecnologia; Metrô (Rio de Janeiro); Sociabilidade

Abstract: In this work we analyze the repercussions of the recently implemented fare collection system with smart cards in the Rio de Janeiro subway. The implementation of a fare collection system involves opting for a certain technology as well as stipulating a regime of fare charging. As we follow this technological evolution in the Rio de Janeiro subway, we observe how its riders learn to address the new interfaces with the automatic machines and to cope with the payment conditions which are at the same time imposed. We note, in this context, how the technological devices are coupled with human actions in the very construction of the new fare collection system as well as in the sociability that evolves in the technological space of the subway.

Keywords: Technology; Subway (Rio de Janeiro); Sociability.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM