Pragmatismo peirciano e os movimentos sociais em contexto digital

Débora de Carvalho Pereira

Resumo


Este artigo articula o conceito de pragmatismo peirciano, que evidencia como se formam as crenças, com o estudo da emergência das redes sócio-semióticas. A partir deste arcabouço conceitual, é realizada uma análise exploratória dos sites do Avaaz e Wikileaks. Ambos dinamizam a mobilização social em espaços virtuais, sendo que o primeiro através de campanhas com linguagem publicitária e o segundo a partir da divulgação de denúncias por milhares de documentos sigilosos oficiais vazados. Nos processos semiósicos dos dois casos, é possível encontrar diferentes níveis de interpretante, na relação pragmática do signo com seu objeto.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM