Por uma educação para a autonomia de sujeitos situados no mundo

Osterne Nonato Maia Filho, Hamilton Viana Chaves, Pablo de Sousa Seixas

Resumo


Autonomia, em sentido etimológico, significa autoria na forma de lidar com a lei e pode ser traduzida como capacidade de autogovernar-se. O desenvolvimento da autonomia humana tem sido ponto de debate milenar de diversos saberes tais como a filosofia, a educação e a psicologia. Seria o desenvolvimento da autonomia o objetivo de toda formação humana? Eis a pergunta de que partimos na busca de contribuir com esse debate. O objetivo desta reflexão foi de localizar, de uma forma sistêmica, diversas contribuições do pensamento científico visando uma formação para a autonomia, mas não numa perspectiva meramente gnosiológica ou epistemológica e sim considerando também as determinações ontológicas e sociais mais amplas. Na condição de ensaio teórico realizamos incursões na interface entre diversos campos de saberes, especialmente psicologia e educação. Trata-se do que denominamos aqui de sujeitos autônomos situados no mundo. A título de ilustração descrevemos, de modo exploratório, a relação entre a formação de professores no Brasil e uma educação para autonomia.

Palavras-chave


ética, desenvolvimento moral, autonomia, ontologia, educação

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.