CUIDAR DA CASA COMUM: COMPROMISSO DE TODOS

Benedita Izabel Rosa

Resumo


Em 2016, o tema escolhido para a Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE) foi: “Casa Comum, nossa responsabilidade”. Esta Campanha foi organizada pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC), e, tem por objetivo geral refletir sobre a questão do saneamento básico. Tais reflexões estão contidas no seu Texto-Base e demonstram que esse é um direito fundamental para todas as pessoas e, como todos os outros direitos, requer o nosso empenho, à luz da fé, a lutar por políticas públicas e atitudes responsáveis que garantam a integridade e o futuro de nossa Casa Comum. O livro do Profeta Amós, que inspirou o lema desta Campanha, “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”. (Am 5,24), é uma revelação de que também naquela época já havia crises sociais agudas, fundamentadas por um progresso econômico que não se traduzia em igualdade e justiça para todos. Nessa linha de reflexão, incluir-se também o pensamento do Papa Francisco contido em sua Carta Encíclica: Laudato Si’, cujo conteúdo contempla o mesmo raciocínio do Texto-Base da CFE/2016. Para evitar que assunto tão relevante seja esquecido, propõe-se, como objetivo do presente artigo, a retomada constante da leitura dos documentos aqui referenciados, cujas reflexões possam contribuir para despertar em nós uma consciência que se concretize em atitudes responsáveis para a preservação da nossa Casa Comum.

Palavras-chave


Casa Comum; Responsabilidade; Campanha da Fraternidade Ecumênica; Justiça

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A REVELETEO está indexada em:

Presente nas seguintes Bibliotecas: